Central: 0800 284 5551
Tel: (71) 3321-1543 - Telefax.: (71) 3321-5196 - cedeca@cedeca.org.br
Rua Gregório de Matos, Nº 51 - 2º andar - 40.026-240 - Pelourinho - Salvador/Bahia

Notícias

Lançada publicação de adolescentes em conflito com a lei sobre justiça juvenil
18 de Agosto de 2014

Lançada publicação de adolescentes em conflito com a lei sobre justiça juvenil

Compartilhe:


 Foi lançado nesta quarta-feira (13), em Brasília, durante Assembleia do Conselho Nacional dos Direitos da Criança – Conanda, a publicação “A participação de Adolescentes na Construção da Justiça Juvenil do Brasil”. Organizada pelo mobilizador de adolescentes da Rede Nacional de Defesa do Adolescente em Conflito com a Lei - Renade, José Wilson, a publicação foi elaborada por adolescentes que cumpriram ou estão em cumprimento de medidas socioeducativas.

 

O documento aborda temas como o olhar do adolescente sobre o sistema socioeducativo, o marco legal, convenção sobre os direitos da criança e violência institucional, entre outros. “Esse documento é uma fotografia de nossas práticas, metodologias, avanços, retrocessos, desafios e nossos limites para sob o ponto de vista deles para efetivar seus direitos”, explica José Wilson.

 

A Presidente do Conanda, Miriam Santos, parabenizou a iniciativa e disse que a publicação levará a outros adolescentes a perspectiva esperança e de mudança. “O manual traz aos nossos adolescentes a possibilidade construírem um futuro melhor, diferente daquele no qual estavam inseridos quando praticaram o ato infracional”, declara.

 

Durante a Assembleia do Conanda que continua nesta quinta-feira (14), haverá a apresentação da Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Criança (PNAISC); do Plano Juventude; do Programa de Proteção de Crianças e Adolescentes Ameaçados de Morte; e a Aprovação da Resolução que dispõe sobre o processo eleitoral da representação das entidades da sociedade civil no Conanda, Gestão 2015/2016.


Autor: Assessoria de Comunicação Social da SDH

Últimas Notícias

Agenda


Combata o abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes.
Se você sabe de algum caso, faça sua denúncia anônima. Não fique de braços cruzados.