Central: 0800 284 5551
Tel: (71) 3321-1543 - Telefax.: (71) 3321-5196 - cedeca@cedeca.org.br
Rua Gregório de Matos, Nº 51 - 2º andar - 40.026-240 - Pelourinho - Salvador/Bahia

Notícias

Bahia ganha mais adeptos da campanha contra a exploração sexual e o trabalho infantil
07 de Julho de 2014

Bahia ganha mais adeptos da campanha contra a exploração sexual e o trabalho infantil

Compartilhe:


Enquanto, na Fifa Fan Fest Farol, torcedores baianos e de outros estados e países aguardavam ansiosos o começo do jogo Brasil X Colômbia, a equipe de mobilizadores do Plantão Integrado de Proteção a Crianças e Adolescentes distribuía material informativo da Campanha contra a Exploração Sexual e o Trabalho Infantil. Abordado pelos mobilizadores, o engenheiro mecânico, Jefferson Dias, falava da importância da ação e sugeria que ela acontecesse durante todo o ano, sem interrupção. Para o engenheiro “o poder público deve criar cada vez mais mecanismos que fortaleçam iniciativas como essa e que também as famílias acompanhem e protejam mais seus filhos”.

 

Segundo a empresária Inês Cristina, que foi assistir aos jogos com uma turma de amigos,  muitos casos de violência contra crianças e adolescentes acontecem mais perto delas do que se imagina. “É bom que a sociedade esteja alerta, que todos tenham coragem de denunciar esses crimes”, disse.

 

A Campanha contra a exploração sexual e o trabalho infantil faz parte das ações do Plantão Integrado, coordenado pelo Governo do Estado por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza (Sedes), junto a órgãos públicos e entidades que fazem parte do Sistema de Garantia de Direitos das Crianças e Adolescentes na Bahia.

 

 

Mais de 800 atendimentos - Do primeiro dia de jogos da Copa do Mundo em Salvador (12/06) até quinta-feira (03/07), o Observatório de Violação de Direitos das Crianças e Adolescentes coletou um total de 805 atendimentos, destes 71(9%) no  Ministério Público Estadual (MPE), 5(1%) na 1ª Vara da Infância e Juventude, 280 (35%)  na Secretaria de Promoção Social e Combate a Pobreza (Semps) (Fan Fest, Públic View 1- Pelourinho, Públic View2- Imbuí, Públic View3 – Plataforma, Circuito Arena Fonte Nova e Espaço de Convivência), 105 (13%) na Delegacia do Adolescente Infrator (DAI),  139 (17%) da Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes contra Crianças e Adolescentes (Dercca), 56 (7%) na Fundação da Criança e Adolescente (Fundac), 35(4%) no Instituto Médico Legal Nina Rodrigues (IMLNR) - 32 vivos e 3 óbitos (uma adolescente e dois jovens, sendo um homicídio e duas vítimas de atropelo),  4 da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), 93(12%) dos Conselhos Tutelares (CT) (Castelo Branco, Boca do Rio e Roma), 6 (1%) da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE), 2 do Plantão Integrado e 9 (1%) Defensoria Pública do Estado-(DPE).


Autor: Assessoria de Comunicação SEDES

Últimas Notícias

Agenda


Combata o abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes.
Se você sabe de algum caso, faça sua denúncia anônima. Não fique de braços cruzados.